O que é Crescimento Orgânico e porque é importante para o seu negócio

08-2019 | Funil de Marketing

O crescimento orgânico de uma empresa pode ter interpretações diferentes de acordo com o contexto no qual o tema esta sendo abordado. Conceitualmente, quando consideramos somente o prisma de gestão, é comum dizer que o crescimento orgânico de um negócio acontece quando ele atinge taxas de crescimento utilizando exclusivamente recursos próprios.

Entretanto, dentro do marketing digital, é comum considerarmos o crescimento orgânico como aquele que acontece quando a fonte de novos negócios é um canal não pago como, por exemplo, resultado de pesquisa do Google, vídeos do YouTube ou cliques vindos dos feeds das suas redes sociais.

Vamos entender melhor esses conceitos e como aplicar ao seu negócio.

O que é crescimento orgânico?

O crescimento orgânico é o crescimento que uma empresa ou negócio alcança ao aumentar seu market share (participação no mercado), tendo como base a atração de novos negócios através de um canal não pago.

Isso não inclui lucros ou crescimento atribuíveis as fusões e aquisições, mas sim um aumento nas vendas e expansão por meio de recursos próprios da empresa.

Em resumo, podemos definir como o aumento de performance do negócio tendo como base o retorno de indicações.

Quando falamos de marketing digital, o exemplo mais comum é a posição do seu site em um mecanismo de pesquisa como o Google. Se seu site está nas primeiras posições, o Google está indicando para os seus usuários que sua empresa é uma referência relacionada ao termo pesquisado. Isso é uma indicação!

Sites nas primeiras posições obtêm cerca de 60% do volume de visitas vindas do Google. E um grande volume de visitas, o que aumenta significativamente a possibilidade de novos negócios.

Faça sua empresa crescer organicamente

Mas o Google é somente um canal. Existem diversos outros veículos podem gerar crescimento orgânico para o seu negócio. Sites especializados, redes sociais, depoimentos e indicações de clientes, influenciadores, revistas, jornais, rádio, televisão, etc…

Todos esses canais geram exposição e de alguma forma transferem credibilidade para a sua marca. E ter uma marca forte gera negócios.

Diferencie-se da concorrência

Quando você atua em um nicho específico e se posiciona nesse mercado, já tem meio caminho andado para se destacar de outras empresas em seu setor. Mas você pode fazer ainda melhor. Você pode se diferenciar por ter algum tipo de benefício ou recurso que te “descola” da concorrência.

Se você é um consultor, por exemplo, pode se concentrar na consultoria para grandes redes de fast-food em vez de apenas em qualquer empresa. Isso pode ser o que o diferencia da concorrência.

Quando você tem algum tipo de diferencial único, terá mais facilidade para comunicar aos seus clientes qual é o seu valor. Você se destacará da concorrência e conquistará mais negócios no processo. Isso é outra coisa que as empresas de alto crescimento orgânico fazem muito bem. Eles têm diferenciais muito claros que os destacam dos demais.

O seu diferencial deve ser algo que agregue valor aos seus clientes. Quando você não oferece valor, você perde relevância ao olhos dos potenciais clientes.

Qual é a diferença entre crescimento orgânico e inorgânico

É importante compreender a diferença entre crescimento orgânico e crescimento inorgânico porque dessa forma se facilita a análise de onde empregar os esforços para o crescimento do seu negócio.

Conforme comentei antes, existe uma diferença de definições de acordo com o contexto da análise.

As diferenças do ponto de vista de gestão de negócios

Você consegue expandir o seu negócio de forma orgânica quando obtêm novos clientes e, ao mesmo tempo, amplia o volume de negócio que realiza com os clientes que já estão na sua base. Dessa forma você estará basicamente utilizando os recursos que a empresa possui para expandir seus negócios.

Esses recursos incluem sua experiência, seu conhecimento, habilidades, relacionamentos e assim por diante.

O crescimento orgânico é o tipo de crescimento mais saudável pelo qual uma empresa pode passar e normalmente é um reflexo do compromisso sólido e de longo prazo que você tem com a construção de seu negócio. No entanto, tem uma grande desvantagem: normalmente, não é a maneira mais rápida de crescer uma empresa.

O crescimento inorgânico, por outro lado, vem principalmente em função de fusões e aquisições. Esse tipo de crescimento depende do capital e é impulsionado pelo capital. A forma mais extrema de crescimento inorgânico é a aquisição, que expandirá rapidamente o tamanho de uma empresa, bem como sua receita, mas pode ocultar algumas das fraquezas profundas da empresa que acabarão se manifestando no longo prazo.

Dito isso, o crescimento orgânico é geralmente a estratégia de crescimento preferida para uma empresa, especialmente nos estágios iniciais do negócio.

Como estratégia, ele tem muitas subestratégias diferentes que podem ser aplicadas para torná-lo o mais rápido e perfeito possível.

O crescimento orgânico vs inorgânico do ponto de vista do marketing digital

Se analisamos crescimento orgânico do ponto de vista do marketing digital, a definição é muito simples: “Crescimento orgânico no marketing digital é todo o crescimento obtido pelo seu negócio quando vindo de fontes de veiculação não pagas”.

Já o crescimento inorgânico é quando você paga para veicular determinado conteúdo com o objetivo de gerar tráfego, leads e negócios.

Um exemplo simples é o resultado de pesquisa do Google. Quando você faz uma pesquisa no Google você irá perceber que, geralmente, os primeiros resultados são anúncios. É fácil identificar os anúncios por que aparece escrito ao lado do resultado a palavra Anúncio em negrito.

Os anúncios são pagos, portanto, qualquer negócio gerado a partir deles é definido como crescimento inorgânico.

Os demais resultados que são exibidos no Google são advindos do rastreamento e identificação pelo próprio Google de que esses conteúdos são os melhores para oferecer uma resposta a pesquisa realizada. Eles são considerados resultados orgânicos. Isso quer dizer que ninguém paga ao Google para aparecer ali.

Sendo assim, o retorno ao negócio obtido através dos resultados orgânicos do Google são considerados como parte do crescimento orgânico.

Outro exemplo prático é quando você faz uma postagem no Instagram. Você não paga ao Instagram para ele mostrar seu post para as pessoas, então, se essa postagem traz retorno, é parte do crescimento orgânico. Agora, se você impulsionar esse post, o retorno obtido passa a ser parte do crescimento inorgânico.

O crescimento orgânico tem custo?

Independente do contexto de crescimento orgânico, a resposta é sim. Crescimento orgânico implica em custo.

Pegando o gancho do exemplo de postagem no Instagram que fiz acima, o custo do crescimento orgânico está relacionado ao tempo e produção.

Para fazer um post no Instagram você terá que tirar uma foto ou fazer um vídeo. Sobre o quê? Muitas vezes o responsável pelas postagens terá que realizar uma pesquisa sobre o tema. Após feita a foto ou vídeo, geralmente é necessário fazer uma edição. Após a edição tem que ser desenvolvida a legenda da foto e selecionada as hashtags que serão utilizadas. Assim que estiver pronto, ainda tem que ser realizada a postagem ou agendamento dela.

Tudo isso demanda tempo. Qual é o custo/hora da pessoa responsável por esse ação? Existiu a necessidade de uma produção adicional, como uma viagem por exemplo? Foi necessário comprar equipamentos? Some tudo isso e transforme em valor financeiro.

Ok, para realizar somente uma postagem, pode parecer irrelevante. Agora multiplique isso pelo número de postagens feitas em um mês, pelos stories, etc… Some ainda a disponibilidade dessa pessoa para produzir o conteúdo e, após a postagem, interagir com os usuários.

No caso dos resultados orgânicos do Google, a relação é a mesma. Realizar o SEO (Search Engine Optimization) para ranquear uma página em uma boa posição no Google não é uma tarefa simples.

Existem questões técnicas como, por exemplo, velocidade de carregamento da página e velocidade do servidor, que devem ser tratadas. Adequação do layout aos diversos dispositivos. Questões de segurança como utilização de ssl.

Além da parte técnica, ainda existe a produção do conteúdo em si. Artigos bem escritos, com imagens relevante e de qualidade, com uma estrutura de site e links otimizada para facilitar a indexação pelo Google, além de outros diversos cuidados que são necessários para um bom SEO.

Pela lista de requerimentos para a produção de artigos para blog e aplicação de SEO você já deve ter uma ideia do tempo necessário para a produção de um conjunto de conteúdos que possam trazer retorno. Isso demanda tempo e, por consequência, um investimento se faz necessário.

Então sim, crescimento orgânico demanda investimento. Mas, em geral, o investimento no crescimento orgânico oferece retorno durante um período maior do que o investimento inorgânico. Se você parar de pagar os anúncios, eles não são mais veiculados e o retorno é interrompido quase que instantaneamente.

Já quando você trabalha com canais de crescimento orgânico, você pode interromper a produção de novos conteúdos e ainda sim continuar obtendo retorno dos conteúdos já publicados.

Como a B612 pode auxiliar no crescimento orgânico da sua empresa

Inicialmente temos que entender e alinhar seus objetivos, o perfil do seu público e as estratégias mais adequadas para alcançar os resultados esperados. Sua empresa é única por isso todas as ações planejadas devem ser personalizadas ao seu modelo de negócios.

Uma vez levantados os dados iniciais, vamos discutir com você e propor um plano de ações, com metas e prazos definidos, e alinhado aos objetivos da sua empresa.

Com a sua aprovação, iniciaremos a execução do plano de ações. Os resultados de cada ação são rastreados, registrados, analisados e continuamente otimizados.

Assim conseguimos oferecer a contínua melhora do seu retorno, antecipar tendências e propor ajustes necessários.

O primeiro passo é agendarmos uma reunião para compreender seu cenário atual e os objetivos que você pretende alcançar para o seu negócio.

Você também pode gostar desses artigos sobre Funil de Marketing